As 5 principais desculpas dos pais que não fotografam os filhos

Muitos pais não reconhecem que uma de suas principais missões é deixar como legado aos filhos um registro da história de suas vidas. E por não perceberem a importância dessa missão, acabam encontrando desculpas para não fotografar seu filho a cada momento. Confira as 5 desculpas campeãs e saiba porque você não pode acreditar nelas.

Desculpa #1 – Minha memória é boa

fotografe seu filho em todos os momentos

Você se lembra do rosto do seu filho nos primeiros dias de vida? Pode até ser que você responda SIM a essa pergunta, mas é praticamente impossível que você consiga descrever aquele rostinho com precisão. Por mais que sua memória seja boa hoje, vai chegar o dia em que as memórias estarão borradas e você vai querer relembrar como os pés eram gorduchinhos ou como o sono era tranquilo. Além disso, as imagens que estão formadas em nossa mente nunca poderão ser usadas para mostrar aos familiares. Você precisará de algo mais tangível que uma imagem na sua cabeça.

Desculpa #2 – Não tenho tempo para fazer isso hoje

fotografe seu bebê

Eu sei bem como é. Depois que a gente vira mãe as tarefas se acumulam e resta pouco tempo para pensar em qualquer coisa. “Imagina se hoje vou ter tempo de parar e fotografar! Amanhã eu pego a câmera.” Disse isso a mim mesma inúmeras vezes. Mas deixa eu te contar uma coisa aqui – de mãe pra mãe: amanhã não vai ser um dia mais calmo. Além disso, pode ser que seu filho não queira repetir amanhã aquela gracinha que te fez derreter de amores. Deixe a câmera (ou o celular) a postos e fotografe hoje. Seu filho vai crescer sem que você perceba e vai estar diferente antes que você se dê conta. Aí não adianta olhar pra trás e perguntar “quando meu bebê cresceu”? Fotografe sempre, mesmo que seja só uma fotinho…

Desculpa #3 – Não preciso fotografar, pois contratei um profissional

bebe-brincando-em-casa

Ensaios fotográficos profissionais são lindos e eu recomendo fortemente que você os faça de vez em quando, inclusive com a família inteira. Mas nenhum ensaio fotográfico substituirá as fotos do cotidiano (nem mesmo os do estilo lifestyle). Quando eu olho para trás e penso na infância da minha filha não sinto falta de ter feito um ensaio fotográfico com ela. Sinto falta das pequenas coisas do dia a dia, algo que os ensaios nunca serão capazes de captar. Se você fotografar seu filho em suas pequenas descobertas e rotinas, vai ter a chance de reviver cada um desses momentos no futuro.

Desculpa #4 – Não tenho uma boa câmera

fotografar com o celular

Essa é a desculpa campeã. Mas lamento dizer: Não é a câmera que faz o fotógrafo, assim como não é o fogão que faz o cozinheiro nem a chuteira que faz o jogador de futebol. A melhor câmera para fotografar seu filho é aquela que você possui e que consegue dominar. Conheço inúmeras pessoas que nunca souberam que seus celulares possuem recursos de grande utilidade para tirar fotos ótimas em determinadas condições. É claro que equipamentos melhores oferecem mais flexibilidade, mas hoje qualquer câmera de celular permite ótimos registros.

Desculpa #5 – Fotos são somente para quem quer postar nas redes sociais

fotografias contam história

Eu sei que nem todo mundo se sente confortável em expor sua vida nas redes sociais. Eu mesma tenho tentado controlar essa “necessidade” de mostrar ao mundo cada movimento da nossa vida. Mas fotografia não é só isso. Aliás, ela vem muito antes disso, não é? A fotografia é algo capaz de nos fazer voltar no tempo. Em algum momento da sua vida você já deve ter olhado uma fotografia que te fez sentir o cheiro, os sons do momento retratado. Se seu filho ainda é pequeno, você pode não ter ideia do quanto será gostoso fazer isso daqui uns 10 anos. Quando seu filho for maior, vocês poderão parar por alguns momentos e contar a história daquele dia – quais as coisas engraçadas, quem estava lá, porque você quis tirar aquela foto. A fotografia te dará o poder de reunir e se conectar com sua família.

Fotografar seu filho faz parte da sua missão como mãe ou pai!

Você também deve ter fotos da sua infância que te fizeram entender um pouco da sua história. Você deve ter usado uma foto sua, quando bebê, para comparar se seu filho era mais parecido com a mãe ou com o pai. Você deve ter uma foto com aquele avô ou avó com quem era tão apegado e hoje já não está mais nessa vida. Seus pais deram esse presente a você e você deve esse presente a seus filhos. Por isso, largue esse texto, pegue sua câmera e vá cumprir a sua missão de hoje: fotografe o que seu filho estiver fazendo agora. Lembre-se que esse momento é único e que nossa vida não tem replay.

Gostou desse texto? Compartilhe com outras mamães e papais que precisam parar de arrumar desculpas e fotografar seus filhos!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.